Luís Estrela "é um resultado extremamente inglório para aquilo que nós produzimos".



Luís Estrela, treinador do Benfica, referiu após a derrota diante do Nun'Álvares que "No desporto não há questão de justiça ou injustiça. Penso que fizemos, na globalidade, uma primeira parte excecional. Fomos claramente a melhor equipa em campo, fomos para intervalo com um resultado extremamente curto para aquilo que nós produzimos. Podíamos ter ido com outra vantagem, tivemos N situações de finalização, fomos a melhor equipa, a mais pressionante, mais estável e, penso que, claramente, na primeira parte, devíamos ter tido outro tipo de eficácia. Na segunda parte, penso que também continuámos muito bem no jogo. O nosso golo surgiu com naturalidade. Tínhamos o jogo, nunca está controlado, mas estávamos estáveis no jogo. Na questão do 5 para 4, acabámos, penso na minha perspetiva, por controlar bem o 5 para 4 adversário, e há um remate, infelizmente houve um ressalto que acabou por atrapalhar a trajetória da nossa guarda-redes, e dá-se o empate. A partir do momento em que se dá o empate, eu penso que o jogo muda um pouco, porque a nossa equipa acusou um bocado o golo, ficámos condicionados pelas 5 faltas, e depois, no prolongamento um jogo muito mais de algum receio. Nós ficámos muito pressionados na pressão defensiva, tínhamos duas ou três jogadoras muito rápidas que acabavam muitas vezes por estar expostas à transição, e a serem mais agressivas na falta. Tentei dar alguma segurança à equipa e as minhas jogadoras, até aos penaltis, foram excecionais. Na questão dos penáltis o Nun’Álvares esteve superior a nós, por essa parte, penso que é um resultado extremamente inglório para aquilo que nós produzimos".

Vídeos
Os melhores golos da Jornada 21 da Liga Placard
À lei da bomba (e de Guitta)
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade