As “boas dores de cabeça” de Luís Conceição



Portugal continua a preparação para a estreia nos Jogos Olímpicos da Juventude.

A seleção lusa é sem dúvida uma das favoritas à conquista da prova, prevendo-se uma possível final ibérica visto que Portugal e Espanha são mesmo as duas seleções mais cotadas nesta competição.

Esse favoritismo apesar de esperançoso para o povo português e para os apaixonados pelo futsal feminino em especial, deixa também certamente Luís Conceição, o selecionador nacional, com algumas dores de cabeça, muito por culpa da organização da prova.

Para esta competição, no que ao futsal diz respeito está estabelecido um máximo de 10 jogadores, que demonstra desde logo algum conhecimento pela modalidade de quem fez estas regras, dado o numero tão curto de inscrições possível (cada equipa ficará apenas com 5 suplentes, e com alguma limitação, pode um treinador deixar de, por exemplo, tirar 4 para colocar outros 4).

Este máximo de 10 deixará assim alguns nomes de grande qualidade fora desta competição onde todas as jogadoras querem participar.

Luís Conceição convocou inicialmente 14 jogadoras, das quais apenas as 3 guarda-redes não pertencem a planteis de Campeonato Nacional, apesar de duas dessas guarda-redes já terem participado na competição. De fora, entre os nomes mais chamados aos últimos estágios deste escalão, ficaram desde logo dois nomes de realçar, Inês Filipa do Novasemente, e Marisa Amaral que esta temporada fará parte da equipa senior do Sporting CP.

Ainda assim, das 11 jogadoras convocadas previam-se 3 saídas, dum leque com muita qualidade, onde uma das jogadoras de maior renome desse grupo vai mesmo falhar os JOJ.

Falamos de Kika, a jovem leoa vai foi dispensada por Luís Conceição devido a lesão, e não vai estar presente na competição.

Ainda assim, para além de se prever a saída de uma das guarda-redes entre Ana Pinto (Internacional SC), Marta Costa e Jessica Martins (SL Benfica), devem sair ainda duas jogadoras entre as 10 que se encontram ainda em estágio, onde qualidade não falta, e será sempre difícil e injusto deixar alguém de fora quando temos nomes como Carina Luís, Martinha, Leninha, Telma Pereira (as 4 do Nun’Álvares), Fifó, Beatriz Sanheiro, Beatriz Silva (as 3 do SL Benfica), Márcia Ferreira, Elsa Ferreira (as 2 do FC Vermoim) e Carol (Novasemente) entre as 10 jogadoras de campo ainda em estágio.

Com nomes assim, associados a tanta qualidade, onde apenas Sanheiro e Beatriz Silva não fizeram parte dum plantel de Campeonato Nacional já na passada temporada mas tiveram algumas chamadas ao mesmo e foram até Campeãs Nacionais de Juniores, Portugal tem mesmo de ser tido como um dos grandes favoritos nesta prova, mas para chegar à final é preciso dar um passo de cada vez, e o primeiro passo será constar nessa lista final de 10 jogadoras que certamente não será de fácil decisão para Luís Conceição.


Vídeos
Jorge Braz: “O nosso objetivo é vencer o grupo”
Os melhores golos da Jornada 13 da Liga SportZone
Prontas para o segundo teste russo
Golos | Portugal vence Rússia
Corinthians - Magnus Sorocaba | Final da Liga Paulista
Luís Conceição: "Crescer com as melhores"
Os melhores Golos da Jornada 12 da Liga SportZone
Cardinal "não vinha à Seleção há quase dois anos devido a lesões"
Jorge Braz fala de dois testes “extremamente competitivos”
Acqua e Sapone e Nápoles disputam hoje a final da Supercopa de Itália | 19:30h